Folheto

Distribuídos 2000 folhetos.

folhetomltx.jpg

folhetomlt1x.jpg

O sucesso da iniciativa

depende de todos!

 

ALUNOS

PROFESSORES

PESSOAL ADMNISTRATIVO

PESSOAL AUXILIAR

PAIS

ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO

COMUNIDADE

ENTIDADES CIVIS E MILITARES

 

VENHA VISITAR-NOS!

 

DIAS

4 E 5 DE ABRIL

DE 2008

 

Escola Secundária

José Saramago

Published in: on Março 16, 2008 at 2:41 pm  Deixe um Comentário  

Logotipo

rui_sousax.gif Precisamos de um logotipo…

Estes são alguns dos que fiz. O que acham? Aceitam-se sugestões.

untitled-4.gif     untitled-1.gif     untitled-5.gif

Published in: on Janeiro 8, 2008 at 1:40 am  Comments (1)  

Plataforma Municipal

Considerando:

1. Que no presente ano têm início as comemorações dos 200 anos das Guerras Peninsulares, consequente invasão pelas tropas napoleónicas e subsequente permanência de tropas inglesas no território concelhio;

2. O impacto que estes acontecimentos tiveram na história, tanto local, como nacional e internacional;

3. O papel que Mafra e seu território desempenhou, tanto como quartel-general, como pelo elevado número de redutos das Linhas de Torres Vedras existentes;

4. O empenho deste Município nas actividades decorrentes da sua inserção na Plataforma Intermunicipal da Rota Histórica das Linhas Defensivas de Torres Vedras;

5. A existência no espaço concelhio de várias entidades interessadas nestas comemorações;

6. A necessidade de colaboração, cooperação e coordenação das diversas actividades;

 É proposto o seguinte instrumento de trabalho: 

1. A Câmara Municipal de Mafra, adiante designada por CMM, constitui com as entidades abaixo nomeadas uma parceria designada como Plataforma Municipal para as Comemorações do Bi Centenário das Guerras Peninsulares.

2. Esta Plataforma englobará:

a)       a CMM;

b)      as unidades militares sedeadas no Concelho: Escola Prática de Infantaria, Centro Militar de Educação Física e Desportos, Centro de Tropas Comandos;

c)       Palácio Nacional de Mafra;

d)       o Clube Militar de Oficiais de Mafra;

e)       a Escola Secundária José Saramago.

3. Quaisquer outras entidades que se mostrem interessadas e de comprovada idoneidade, poderão aderir, posteriormente, a esta Plataforma.

4. A Plataforma será gerida por uma comissão composta por um elemento de cada entidade participante. Oportunamente serão chamados ou nomeados os elementos que as situações tornarem necessários.

5. À comissão competirá:

a)       Propor as actividades a desenvolver pela Plataforma;

b)      coordenar e articular as iniciativas das diversas entidades;

c)       elaborar o calendário;

d)      estabelecer as práticas de cooperação entre as diversas entidades, de forma a optimizar os recursos e sua aplicação prática.

6. A CMM articulará as actividades desta Plataforma com a acima nomeada Plataforma Intermunicipal.

7. As entidades participantes disponibilizarão para além dos meios técnicos e logísticos, os seus acervos e serviços, tanto no campo da bibliografia, como da investigação histórica, documentação e os que mais forem relevantes.

Published in: on Janeiro 8, 2008 at 12:53 am  Deixe um Comentário  

Comemoração dos 200 Anos do Fuzilamento de Jacinto Correia

26 de Janeiro de 2008 

Programa 

Auditório da Escola Prática de Infantaria 

15H00 Actuação da Orquestra de Câmara do Exército 

15H15 Conferência“Guerra subversiva: a invasão de Junot e o levantamento em armas dos camponeses de Portugal. A especificidade estremenha.” Tenente-coronel Abílio Lousada (IESM) 

16H15 Actuação da Orquestra de Câmara do Exército 

16H30 Homenagem junto ao Monumento comemorativo

Published in: on Janeiro 8, 2008 at 12:48 am  Deixe um Comentário  

Mecenato

O projecto Mafra e as Linhas de Torres da Escola Secundária José Saramago é proposto no âmbito das comemorações dos 200 anos da 1ª. invasão e enquadra-se nas actividades de promoção do desenvolvimento cultural do concelho. A apresentar nos dias 4 e 5 de Abril de 2008, tem como objectivo divulgar, promover e desenvolver uma visão nova e diferente das Invasões Francesas, através do conhecimento da arquitectura militar do período, da história e vivência dos homens e mulheres, militares e civis, envolvidos na construção e defesa das linhas.

Esta actividade visa proporcionar à comunidade, em geral, e aos alunos, em particular, a oportunidade de conhecer o impacto que estas fortificações tiveram na história, tanto local, como nacional e internacional.

 Aproveitando o espaço existente no perímetro escolar, propomos: 

– a construção de uma fortificação permanente da época napoleónica à escala 1/6 em tudo semelhante às reais que constituem o património arquitectónico militar do concelho;

– a aquisição de figuras históricas articuladas que adicionarão ao cenário o complemento fundamental para a compreensão e funcionamento da estrutura;

– a construção de canhões à escala;

– a construção de um moinho à mesma escala que servirá como paiol e centro de observação;

– a aquisição de vitrines para exposição do acervo entretanto adquirido;

– …

Dada a relevância deste projecto, gostaríamos de contar com a vossa colaboração, através de um donativo, que nos ajude a fazer face às despesas inerentes à execução de um projecto desta natureza. A título individual ou em nome de uma empresa ou instituição poderá ficar associado/a como patrocinador/a deste projecto cultural, tendo como contrapartida a inserção do nome e logotipo no sítio associado ao projecto em https://linhasdetorres.wordpress.com e a inclusão no Livro de Honra da iniciativa. Se o valor da contribuição for significativo terá direito a afixação de uma placa/azulejo no local da fortificação a descerrar no dia da inauguração.Importa referir ainda que o vosso contributo constituirá donativo com relevância fiscal, nos termos do Estatuto do Mecenato, aprovado pelo Decreto-Lei nº 74/99, de 16 de Março com as alterações introduzidas pela Lei 160/99, de 14 de Setembro. A escola, obviamente, passará a respectiva declaração para os devidos efeitos fiscais. Quais são então as vantagens em ser mecenas deste projecto?
A satisfação pessoal e o prestígio que resultam da associação a uma actividade cultural de qualidade e de relevante interesse para a sociedade. O benefício dos incentivos fiscais previstos no Estatuto do Mecenato, na redução do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas (IRC) e das Pessoas Singulares (IRS). A divulgação do vosso contributo na internet e junto de toda a comunidade escolar. 

Que benefícios fiscais estão previstos para entidades que concedam donativos a entidades públicas?

REGIMES PREVISTOS PARA O MECENATO CULTURAL
Pessoas Colectivas (CIRC):
Aceitação como custos, na sua totalidade, dos donativos concedidos, majorados em 20%.

Pessoas Singulares (CIRS):
Dedução à colecta, dos donativos concedidos (majorados nos termos do regime aplicável às Pessoas Colectivas), em valor correspondente a 25%.

 Agradecendo desde já a vossa colaboração, ficamos a aguardar resposta, aproveitamos ainda  para convidar V. Exas. a passar pela nossa escola e participar nas nossas actividades abertas à comunidade. 

Com os melhores cumprimentos,

Rui Sousa

Responsável do Projecto

Published in: on Abril 19, 2007 at 12:05 am  Deixe um Comentário  

Primeiras figuras

rui_sousa.gif Para começar já dispomos de algumas figuras para o projecto. A escola tem no Pavilhão E uma pequena vitrine com duas das figuras 1/6 que farão parte do projecto. Para quem não conhece a escala e o rigor histórico vá até lá e aprecie. Vale a pena.

Published in: on Abril 1, 2007 at 6:01 pm  Deixe um Comentário  

Como posso ajudar?

rui_sousa.gif A pergunta tem resposta. O projecto é para concretizar no início do próximo ano lectivo, ou seja, em outubro ou novembro de 2007. Até lá precisamos de todo o apoio da comunidade escolar e das “forças vivas” do concelho.

Aceitamos todas as sugestões para angariar os fundos necessários para aquisição de um número significativo de figuras. Mas não só.

O que propomos dentro da escola é o patrocínio de uma figura por turma. Assim, cada turma teria a sua figura, o que representaria uma ajuda essencial para a apresentação e guarnição da estrutura.

O que se ganha com isso? 

Primeiro, a ligação à escola e ao seu enriquecimento cultural será mais um motivo de orgulho para todos e constará sempre no registo dos que contribuiram para o seu sucesso. Segundo, a turma estará sempre associada ao lançamento do projecto. Terceiro, estarão sempre ligados à iniciativa, uma vez que o projecto é permanente e com um encontro anual. Já lá vamos… E por último, até agora nenhuma escola iniciou ou concretizou nenhum projecto desta envergadura.

Imaginem a surpresa de todos os alunos que visitam o convento e que almoçam na nossa escola ao saberem que podem aprender muito da História de Portugal dentro da Escola Secundária José Saramago. Acreditamos que será um motivo de interesse acrescido para a sua vinda a Mafra.

Published in: on Abril 1, 2007 at 5:46 pm  Deixe um Comentário